2 de fev de 2015

Postado por PIBID Sociologia UFBA
| segunda-feira, fevereiro 02, 2015

De acordo com o que rege o Edital 01/2015 do Pibid Sociologia UFBA, que objetivou a seleção de um(a) supervisor(a) (professor(s) da Educação Básica) para atuar junto ao programa, divulgamos os(as) aprovados(as) no processo seletivo.

O processo seletivo teve sua abertura no dia 19/01, com as inscrições dos(as) candidatos(as), via e-mail, e tendo as inscrições sido encerradas no dia 23/01.

Após a análise dos documentos enviados e das cartas de motivações dos(as) candidatos, foram selecionadas duas candidatas para a entrevista, que ocorreu no dia 28/01, pela manhã, na sala do LASSOS, localizada no Pavilhão de Aulas Raul Seixas da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, no campus de São Lázaro.

Participaram da entrevista Natália Figueirôa, Roberta Yoshimura e Cícero Muniz, supervisores do programa, contando também com a presença dps bolsistas ID Miguel Pereira, Taiala Águilan e Rômulo Iago Santos.

Desta forma, divulgamos as aprovadas para uma (01) vaga para supervisora do Pibid de Sociologia da UFBA:

1.    Deise Queiroz da Silva
2.    Nadia de Jesus Menezes

Solicitamos que a aprovada entre imediatamente em contato com o programa para instruções e realização de cadastro junto ao sistema do Pibid Institucional.

Informamos também que as demais candidatas selecionadas ficarão em cadastro reserva para futuras demandas de vagas.

Atenciosamente,

Equipe Pibid Sociologia UFBA
Postado por PIBID Sociologia UFBA
| segunda-feira, fevereiro 02, 2015
O Pibid Sociologia da UFBA desenvolveu, juntamente ao Pibid de Ciências Sociais da UFRN, um Seminário de Integração entre os programas durante o V Encontro Nacional das Licenciaturas - ENALIC, que aconteceu entre 08 e 12 de Dezembro de 2014 em Natal - RN. Tendo por finalidade estreitar laços, compartilhar competências e discutir as atuações dos Pibids no debate sobre o ensino de Sociologia, esse seminário objetivou também a elaboração de atividades em conjunto pelos dois projetos.

Representado por Miguel Pereira, Taiala Águilan, Rômulo Iago Santos, Zósimo Oliveira e Cícero Muniz,o Pibid Sociologia da UFBA apresentou algumas de suas ações desenvolvidas no ano de 2014 nas escolas filiadas ao programa, além de fazer um balanço crítico sobre as atividades internas do projeto.



O seminário, que foi planejado anteriormente pelos bolsistas Miguel Pereira (UFBA) e Gliciane Azevedo (UFRN), ocorreu durante dois dias, dia 11 e 12 de Dezembro de 2014, em paralelo às atividades do ENALIC. Nestes momentos ocorreram muitas discussões sobre o funcionamento dos dois Pibids e sobre as atividades feitas pelos programas nas escolas, buscando sempre fazer um comparativo entre as principais semelhanças e diferenças nas atuações dos dois programas.

No primeiro dia (11/12/2014), o seminário de Integração ocorreu pela manhã e houveram apresentações de atividades elaboradas pelos dois programas com a intenção de apresentar um pouco da metodologia e forma de atuação dos Pibids de Sociologia da UFBA e da UFRN nos colégios parceiros dos programas. Os bolsistas da UFRN apresentaram duas dinâmicas utilizadas por eles em sala de aula chamadas “Fotografando a imagem” e “Teatro do Oprimido”, que tinham como resultado imediato a interação entre os participantes da dinâmica com uma discussão rica de temas sociológicos. Os bolsistas da UFBA fizeram um relato de uma atividade feita no colégio Odorico Tavares, com o tema “Globalização e suas conseqüências no cotidiano” .

No segundo dia (12/12/2014), o seminário ocorreu durante o turno vespertino e houve apresentações de atividades já feitas anteriormente pelos bolsistas dos dois Pibids em sala de aula. Os estudantes da UFRN mostraram os seguintes trabalhos:uma dinâmica com uso dos corpos entrelaçados para discutir o tema “Indivíduo e Sociedade”; uma dinâmica de grupo com uso de desenho com diversas cores para discutir o tema “Diversidade cultural”; e uma atividade sobre Gênero e Sexualidade. Os bolsistas da UFBA apresentaram uma atividade intitulada “(Des)Construindo Gênero”, feita com os estudantes do Colégio Estadual Odorico Tavares.



Para finalizar o seminário, houve a discussão, baseada numa apresentação feita pelos bolsistas da UFBA, sobre o funcionamento do programa e sua estrutura de comissões: O Pibid de Ciências Sociais da UFRN com os subgrupos de “Leituras Sociais”, “Teatro do Oprimido” e “Análise de Imagem”, e o de Sociologia da UFBA com as comissões de “Pesquisa”, “Eventos”, “Material Didático” e “Informática”.


O seminário teve resultados muito positivos, haja vista que os dois programas puderam iniciar um canal de comunicação e compartilhamento de experiências que objetiva o enriquecimento mútuo de ambos projetos.Não obstante, o Seminário Integrado se constituiu como uma possibilidade de estabelecimento de parceria para futuros projetos em conjunto. O Pibid de Sociologia da UFBA acha de vital importância o fortalecimento dos laços com outros programas de Sociologia/Ciências Sociais de outras universidades,pois é o estabelecimento desta relação que propiciará a criação e consolidação de um debate cada vez mais rico sobre os rumos da Sociologia na Educação Básica no Brasil, destacando o papel decisivo que os bolsistas de Iniciação à Docência podem assumir nessa jornada.

21 de jan de 2015

Postado por PIBID Sociologia UFBA
| quarta-feira, janeiro 21, 2015
A última atividade do PIBID de Sociologia no Colégio Estadual Odorico Tavares em 2014 abordou a temática sobre “A descriminalização das drogas”, e se inseriu no quadro mais geral dos temas abordados na quarta unidade, “Crime e Violência”. Esta última atividade foi escolhida pelos próprios estudantes, através de uma enquete ocorrida no grupo da disciplina de Sociologia no Facebook.

A atividade ocorreu na primeira semana do mês de Dezembro de 2014, nos dias 03 a 05, com as turmas 3M3, 3M4, 3M5 e3M7, e contou com os(as) bolsistas: Bárbara Caroline, Lícima Barbosa, Pedro Fragoso, Rithiane Almeida, Rômulo Iago Santos e Taiala Águilan.



Tendo como estratégia norteadora a discussão sobre o que seria considerado droga nas sociedades ocidentais, bem como aquilo que é considerado “lícito”, “legal” e “ilícitos”, os(as) bolsistas buscaram guiar a atividade sob um modelo de roda de conversa, que privilegiasse as falas e visões dos estudantes acerca do tema. Assim, após a apresentação e abordagem dos conceitos elementares (o que é droga, diferenciação entre licito e ilícito e distinção entre descriminalização, despenalização e legalização), a abordagem centrou foco na desmistificação da descriminalização como sinônimo de liberalização, gerando uma empolgante participação dos estudantes no debate, demonstrando conhecimento e defendendo seus posicionamentos.

As intervenções lograram êxito em abordar com esses adolescentes uma questão polêmica e que se faz presente na atualidade, alémde interferir de modo direto na realidade deles e de toda a sociedade.




Em resumo, a atividade mostrou aos(às) bolsistas o quanto foi importante a escolha prévia dos estudantes pelo tema, pois esta decisão metodológica permitiu um maior interesse e participação dos estudantes no desenvolvimento da atividade em sala, além de, apresentar a relevância em trabalhar um tema que se faz presente na atualidade e que, apesar disso, precisa de debates mais constantes.
Postado por PIBID Sociologia UFBA
| quarta-feira, janeiro 21, 2015
A atividade sobre Bullying e violência no ambiente escolar aconteceu no Colégio Estadual Odorico Tavares nos dias 12,13 e 14 de novembro de 2014, nas turmas 3M4,3M5, 3M7 e 3M3, respectivamente. A atividade foi desenvolvida com o intuito de salientar para os alunos a nocividade e as graves consequências que a prática do bullying pode resultar para as relações e o bem-estar escolar e individual dos alunos(as).

A atividade partiu da questão de que essa prática é entendida por muitos (agressores e expectadores) como uma simples brincadeira, o que escamoteia a perniciosidade do fenômeno em ambiente escolar. Participaram dessa atividade os bolsistas Lícima Santos, Barbara Carolina, Pedro Fragoso, Rithiane Almeida, Rômulo Santos e Taiala Águilan, que foram divididos em duplas para que pudessem executar a atividade em turmas e dias específicos, atingindo assim uma maior abrangência de público.



De início foram apresentados os conceitos de bullying e o modo como e onde ocorre (com destaque para o ambiente escolar), e o porquê da reprodução dessa prática. Em seguida apresentamos as denominações dos indivíduos envolvidos no bullying e qual o tipo ideal das vítimas mais comuns, bem como a forma que as mesmas lidam com o fenômeno e as influências que ele traz para os comportamentos dessas vítimas no cotidiano e, sobretudo, no ambiente escolar – onde ocorre com mais frequência.

Para comentar melhor o tema, e salientar ainda mais a gravidade da prática do bullying, levamos vídeos relacionados a casos reais que tiveram destaque na mídia, como, por exemplo, “o massacre de Realengo” (https://www.youtube.com/watch?v=Db07lOKZ9AU) e o caso do garoto Zangief (https://www.youtube.com/watch?v=eNuPFeAC02w).  Com isso sugerimos que os alunos contribuíssem com seus posicionamentos sobre o bullying e foram incentivados a compartilharem medidas que eles julgassem eficazes para minimizar esses eventos, elevando a importância do papel da escola e da família nesse sentido.




A atividade resultou numa reflexão profunda dos alunos sobre o bullying, chegando a refletir até mesmo sobre algumas “brincadeiras” no ambiente escolar – que eram consideradas “inofensivas”, e despertou um olhar crítico do que eles entendiam por “brincadeiras inofensivas”, inclusive algumas cometidas através das novas tecnologias (Facebook, Ask.com, WhatsApp etc.). Os bolsistas ficaram satisfeitos com a execução dessa atividade, pois os alunos se sentiam à vontade para reconhecer seus comportamentos com os colegas e vice-versa, e por tratarmos de um assunto que é a realidade dos estudantes, sendo algo de consequências graves e que não recebe a necessária atenção da escola.
Postado por PIBID Sociologia UFBA
| quarta-feira, janeiro 21, 2015
Inspirados por uma atividade realizada em Junho pelo Pibid de Sociologia da UFBA no Colégio Estadual Mestre Paulo dos Anjos, os bolsistas do Colégio Estadual Odorico Tavares foram ao colégio discutir, dentro do tema da unidade, “Movimentos Sociais e Cidadania”, o fenômeno do Rolézinho. A atividade ocorreu nos dias 22 e 23 de outubro de 2014, com as turmas 3M2 e 3M7.

A intervenção foi dividida em duas etapas. Na primeira, os bolsistas relembraram aos estudantes os conceitos e dimensões que envolvem a noção de cidadania e participação em movimentos sociais. Foram discutidos os direitos civis, políticos e sociais; os tipos de movimentos sociais e seu processo constitutivo.



A segunda etapa foi desenvolvida através de que apresentavam o contexto e o andamento do fenômeno do Rolézinho, desde seu surgimento em São Paulo até as manifestações em diversas áreas do país. A partir deste ponto, os bolsistas trouxeram para a discussão o questionamento se o Rolézinho pode ser considerado movimento social ou não.

Em seguida, os estudantes argumentaram a favor ou contra a ideia de Rolézinho como movimento social, utilizando como parâmetro pra discussão os conteúdos, conceitos e dimensões apresentados anteriormente. A principal alegação favorável a questão levantada sobre Rolézinho como movimento social foi que “os participantes do rolézinho estavam lutando por uma demanda que era a de usar os espaços da cidade para se reunirem”; Por outro lado, a principal alegação desfavorável era que “o rolézinho não visou hora nenhuma uma mudança ou transformação social”. Os vídeos foram usados como exemplo nas argumentações também: “Eles disseram que queriam freqüentar os shoppings, mas ficaram felizes e calados depois que tiveram o evento na favela lá”.



As discussões foram ricas, mas outra vez a falta de tempo foi a vilã do fechamento da atividade. Novamente os cinqüenta minutos de aula se mostraram insuficientes para o fechamento da intervenção na cadência que ela foi desenvolvida, e, por isso, as atividades acabaram invadindo o tempo da aula posterior, levando as discussões a serem interrompidas. Com isso, gerou-se também um problema para os bolsistas, que acabaram chegando tarde em seus compromissos acadêmicos devido ao atraso gerado por esse problema.

Em suma, a atividade alcançou seus objetivos e trouxe a discussão de cidadania e movimentos sociais para uma realidade bem próxima dos estudantes, levantando questionamentos que os fizeram refletirem sobre o conteúdo apresentado em sala de aula, demonstrando assim que a Sociologia é bem mais próxima e útil do que eles achariam até então.

Links dos vídeos utilizados na atividade:

Profissão Repórter Rolezinhos do Funk Matéria Completa 22/04/2014*: 

http://www.youtube.com/watch?v=m-ra8K0Hadc

Jovens Que Criaram Rolezinho Se Surpresos Com Tanta Repercussão*: